Topo
News Informatica
Alencar
Barbershop1
IrisPharma1

Para aprovar embaixadores, senadores querem ouvir Araújo sobre visita de Pompeo a Roraima

Por Redação em 21/09/2020 às 10:18:33

Ministro das Relações Exteriores deve ir ao Senado na próxima quinta-feira. Para o presidente da Câmara, a vista do secretário de Trump às vésperas das eleições americanas 'afronta' tradição da política externa brasileira. Mike Pompeo em coletiva na base área de Boa Vista, ao lado do ministro Ernesto Araújo

Juliana Dama/G1

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi convidado a explicar na Comissão de Relações Exteriores do Senado suas declarações a respeito da visita de Mike Pompeo, secretário americano, a Roraima.

O convite foi feito pelo presidente da comissão, senador Nelson Trad, que confirmou a informação ao blog nesta segunda-feira (21).

"Eu mesmo liguei e disse a ele que ele precisava ir ao Senado explicar o que houve. Ele disse que podia marcar, e marcamos para quinta-feira."

O convite a Araújo ocorre após pressão de um grupo de senadores, que querem marcar posição crítica ao apoio do ministro ao que Rodrigo Maia classificou como "afronta" à tradição diplomática brasileira. Na visita a Roraima, junto com Araújo, o secretário de Trump fez críticas ao governo venezuelano.

Pompeo afirmou que os Estados Unidos querem "representar as pessoas da Venezuela" e que a missão do país é "assegurar que a Venezuela tenha uma democracia". "Não devemos esquecer que ele está destruindo seu próprio país e também é um traficante de drogas. Está impactando na vida dos americanos."

Para ministro, são 'infundadas' críticas de Rodrigo Maia à visita de secretário de Trump a Roraima

Visita de Mike Pompeo a Roraima é criticada por senadores; Nelsinho Trad comenta

Senadores ameaçaram não analisar os nomes de 32 diplomatas indicados pelo governo para chefiar embaixadas brasileiras no exterior e representações em agências internacionais.

Mas Trad disse ao blog que conseguiu contornar a pressão, inclusive com a resposta de que Araújo irá ao Senado se explicar.

"Queriam cancelar as sabatinas, mas achei que o desgaste seria muito maior. Os embaixadores precisam ocupar seus postos. E o ministro se colocou para dar explicações".

Estão previstas as sabatinas de indicados para as embaixadas do Brasil em Israel, Argentina, África do Sul, Dinamarca e Chile, entre outras. As arguições serão divididas em três reuniões do colegiado ao longo do dia.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

Fonte: G1

News Informatica 2
Barbershop 720 x 90
Alencar Moveis 2
IrisPharma2

Comentários

IrisPharma
News Informatica 3
tv indoor
Barbershop3
Alencar Moveis 3