TV INDOOR
Barber Shop

Veteranos de guerra fazem mutirão para ajudar ex-militares que não têm o que comer

Por Cidade em Foco.net em 03/12/2021 às 06:20:19

Relatório do departamento de agricultura dos Estados Unidos mostrou que insegurança alimentar entre veteranos de guerra foi de 11% entre 2015 e 2019. Programas doam refeições, cestas básicas e cartões de mercado. O veterano Dionisio Cucuta Jr cozinha para ex-colegas que passam por insegurança alimentar

Arquivo pessoal / Dionisio Cucuta Jr

Um relatório do departamento de agricultura dos Estados Unidos publicado em maio deste ano mostrou que a insegurança alimentar entre veteranos de guerra foi de 11% entre 2015 e 2019. A porcentagem aumentava para mais de 20 entre veteranos com deficiência.

Para combater o problema, que se intensificou durante a pandemia de Covid-19, militares aposentados se uniram para ajudar ex-colegas de posto que passam por dificuldades.

Dionisio Cucuta, Jr., de 62 anos, é um ex-cozinheiro da Marinha americana e teve a iniciativa de usar seus dotes na empreitada. Ele passou a servir refeições para a organização Table to Table em março do ano passado.

De lá pra cá, foram mais de 2,7 milhões de pratos doados para mais de 3 mil famílias. Dentre elas, 300 eram de veteranos.

'Alimente nossos veteranos'

Organizações fazem trabalho contínuo de doação de alimentos para as famílias dos militares em necessidade

Reprodução/Feed our vets

Existem organizações que fazem um trabalho contínuo de doação de alimentos para as famílias dos militares em necessidade. Elas também ajudam reservistas e outros profissionais de segurança, como guardas.

Duas delas são "Feed our vets" (Alimente nossos veteranos) e "Feed the vets" (Alimente os veteranos), que atua somente no estado de Arkansas.

A primeira existe desde 2009 e já ajudou as famílias de mais de 30 mil militares em todo o país. Ela também contribui com assistência escolar e até moradia. De acordo com a organização, mais de 130 mil veteranos estão sem casa nos Estados Unidos e passam algum tipo de dificuldade para comer. "Uma em cada três pessoas sem lar na América é veterano", diz a associação.

Nas comunidades mais próximas ou que tenham voluntários do programa, eles entregam uma cesta básica. Para quem mora em localidades de difícil acesso, a organização fornece um cartão de mercado com o valor da cesta.

VÍDEOS: 'Olha que legal' - aqui só entra notícia boa

Fonte: G1

Comunicar erro
TV INDOOR
Barber Shop
TV INDOOR
Barber Shop