TV INDOOR
Barber Shop

Twitter demite dois executivos e interrompe contratações

Por Cidade em Foco.net em 12/05/2022 às 16:04:31

Chefe da divisão de consumo disse que Parag Agrawal, CEO da rede social, quer levar a equipe em uma direção diferente. Empresa também demitiu chefe da divisão de receitas e disse que vagas em aberto serão revisadas. Twitter

REUTERS/Stephen Lam/File Photo

O Twitter comunicou nesta quinta-feira (12) aos seus funcionários a demissão dos chefes das áreas de consumo e receitas. A empresa também anunciou uma pausa nas contratações e uma revisão nas vagas em aberto, segundo a agência de notícias Reuters.

Compartilhe essa notícia no WhatsApp

Compartilhe essa notícia no Telegram

O chefe da divisão de consumo do Twitter, Kayvon Beykpour, usou a rede social para confirmar a saída da companhia. O executivo, que está em licença paternidade, informou que deixará a empresa após 7 anos.

"Esta não é a forma nem o momento que eu pensei em deixar o Twitter, e esta não foi uma decisão minha. Parag [Agrawal, CEO do Twitter] me pediu para sair depois de me informar que ele quer levar a equipe em uma direção diferente", publicou Beykpour.

O que pode mudar no Twitter com a compra por Elon Musk

Musk diz que pode reverter suspensão de Trump no Twitter

A empresa também demitiu o chefe da divisão de receita, Bruce Falck. Ele comentou sobre a saída em seu perfil na rede social e agradeceu aos colegas com quem trabalhou nos últimos cinco anos.

"Conseguimos alcançar os resultados que obtivemos através do seu trabalho árduo – a receita trimestral não mente. Procure no Google", escreveu Falck.

Em um tuíte que foi excluído em seguida, ele publicou: "Me inspirando no meu bom amigo Kayvon Beykpour, vou esclarecer que também fui demitido por Parag Agrawal". Beykpour e Falck haviam assumido seus cargos no início de 2022.

Parag Agrawal substituiu Jack Dorsey como presidente-executivo do Twitter

Divulgação/Twitter

Em comunicado aos funcionários, Parag Agrawal disse que a empresa não conseguiu atingir metas de crescimento de usuários e de receita que havia estabelecido em 2020.

A ideia era alcançar US$ 7,5 bilhões em receita anual e 315 milhões de usuários diários até o final de 2023, mas os objetivos foram retirados do balanço mais recente. A companhia terminou 2021 com receita anual de US$ 5 bilhões e 217 milhões de usuários diários.

As mudanças no comando do Twitter ocorrem em meio ao processo de compra da empresa por Elon Musk, o homem mais rico do mundo. Em abril, a empresa afirmou que seu conselho de administração aceitou uma oferta de US$ 44 bilhões feita pelo magnata.

A transação ainda precisa ser aprovada por acionistas e órgãos regulatórios, mas a expectativa é de que ela seja concluída ainda este ano.

Raio X do Twitter

Arte/g1

Fonte: G1

Comunicar erro
TV INDOOR
Barber Shop
TV INDOOR
Barber Shop