TV INDOOR
Barber Shop

Dólar opera em queda, negociado perto de R$ 4,90

Por Cidade em Foco.net em 20/05/2022 às 09:50:45

Na quinta-feira, a moeda norte-americana fechou em queda de 1,28%, vendida a R$ 4,9167. Notas de dólar e real em casa de câmbio no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira *4)

REUTERS/Bruno Domingos

O dólar opera em queda nesta sexta-feira (19), negociado perto de R$ 4,90.

Às 9h24, a moeda norte-americana era vendida a R$ 4,9118, em queda de 0,10%. Na mínima, chegou a R$ 4,8998. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, o dólar fechou em queda de 1,28%, a R$ 4,9167. Com o resultado, passou a acumular queda de 2,77% na parcial da semana e de 0,52% no mês. No ano, tem desvalorização de 11,80% frente ao real.

s

LEIA TAMBÉM:

Comercial x turismo: qual a diferença e por que o turismo é mais caro?

O que faz o dólar subir ou cair em relação ao real?

Qual o melhor momento para comprar?

Dinheiro ou cartão? Qual a melhor forma de levar dólares em viagens?

O que está mexendo com os mercados?

As ações europeias subiam nesta sexta-feira depois que as expectativas de recuperação econômica na China, principal parceiro comercial, foram reforçadas depois de um corte nos empréstimos para reanimar o setor habitacional.

O petróleo era negociado em leve alta, com o barril do tipo Brent cotado acima de US$ 112.

No exterior, permanecem, porém, as preocupações de que a inflação global e o aperto dos juros nas grandes economias possam provocar uma desaceleração da economia global. Na Alemanha, os os preços ao produtor dispararam 33,5% em abril e registraram o maior aumento anual de todos os tempos, impactados pela elevação do custo da energia para a indústria. Já no Japão a inflação superou pela primeira vez em sete anos a meta de 2% do banco central.

Na agenda doméstica, o governo divulga o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas referente ao segundo bimestre deste ano e pode anunciar um bloqueio de verbas.

Na véspera, o governo elevou a previsão de inflação neste ano para 7,9% e manteve em 1,5% projeção de alta do PIB (Produto Interno Bruto).

"Ao contrário do que fala Paulo Guedes, inflação no Brasil é muito maior do que na Europa", diz economista

Fonte: G1

Comunicar erro
TV INDOOR
Barber Shop
TV INDOOR
Barber Shop